quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Anônimo

Um anônimo me escreveu, achei interessante e resolvi tranformar em post para ampliar o debate e o aprendizado.

Senhores,

Estou a procura de uma empresa de commodeties, na parte de petróleo e minério, incluindo a siderurgia. Tenho estudado PETR3, VALE3, CSNA3, GGBR3 e USIM3. Dessas, possuo apenas a VALE3.

Acho CSNA3 interessante, mas a dívida é monstruosa.

A PETR3 é uma empresa consolidada com grande domínio de mercado, mas sofre a interferencia estatal, principalmente no que tange as nomeações para os cargos de alto escalão.

A GGBR3, é uma empresa sólida, tradicional, mas que nao valoriza o acionista e tem governança questionável.

A USIM3, dentre todos os mencionados, é a que tem maior dificuldade de gestão e recuperação no longo prazo.

Passados alguns anos de investimentos, percebo a importância de ações de commodeties na carteira, uma vez que alavanca os ganhos em época de recuperação da economia.

Observando a carteira dos grandes investidores, percebo que Luiz Barsi Filho não gosta de ações de commodeties, enquanto Lirio Parisotto possui forte concentração em CSNA3, USIM3/USIM5, BRAP3/BRAP4.

Nos últimos meses, Lirio Parisotto ampliou a alocação de capital na siderurgia, assim como nas elétricas, algo que ativa a curiosidade sobre a visão desse grande player de mercado sobre a necessidade de alocação de capital em ações de commodeties.

Gostaria a opinião dos nobres colegas.

Na blogosfera, verifico que o Investidor Troll possui uma razoável alocação em commodeties (PETR4/GGBR4), assim como o Boris V. Ananenko (PETR4), VALE3 e VALE5.


Anônimo, obrigado pela participação.

Sucesso e bons investimentos a todos!

Abraço
Bagual

21 comentários:

  1. Bagual,

    É aquela história, quando a economia melhora (ou favorece um setor) até empresa ruim se valoriza.

    Faz sentido um cara que tem milhões comprar ações dessas empresas se tiver perspectivas de melhora na economia, para logo vender pra sardinhada.

    As sardinhas não tem como ter a mínima idéia do que esses grandes investidores tem na cabeça. Na minha opinião não faz sentido o pequeno investidor ter ações de empresas ruins na carteira, não importa o setor que for.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a mesma coisa que comprar bitcoin e esperar subir baseado na piora da economia ou na expansão da tecnologia. É pura especulação.

      Você não está investindo em valor, e sim numa aposta.

      Excluir
    2. Conhecimento financeiro, muito pertinente duas colocações.
      Obrigado pela participação e sucesso!

      Excluir
  2. Bagual,

    Eu já fui sócio de empresas de commodities, porém, cheguei a conclusão que não vale a pena visando o B&H. No máximo para especular...

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo I.Livr3, sim, para especular é interessante, possuem alta liquidez.

      Grande abraço!

      Excluir
  3. Ola Bagual.

    Nao sei como isto alavanca: GGBR4 custava uns 20 reais ha uns 3, 4 anos. Hoje sei la, custa 8, mas por ter ido a 4 a pessoa considera que alavancou ganhos. E quem comprou em 18 e nao recebe dividendos?

    De petroleo, a hrtp e ogx foram fracassos. Sobra hoje a qgep3, case ate interessante, mas envolvida na lava jato a acao so cai.

    Vale, era a top das.top, hj mais ou menos.

    Nao sei se commodities sao tao boas para acoes nao, tem muitas melhores de outros setores, na minha humilde opiniao.

    Um abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VDC, verdade, o que acontece é que commodeties são fortemente suceptiveis aos ciclos da economia nacional e mundial.

      Abraço amigo!

      Excluir
  4. Para quem investe em ações, vocês têm que ler os posts do ZE MOBRAL - Sempre com small caps. O cara colocava 1500 reais por mês na bolsa e seu capital explodia todos os meses.. esse era a lenda VIVA. Pena que descobriram a identidade do cara e ele se sentiu ameaçado e deletou o blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engenheiro Investidor, realmente o Zé Mobral foi um mito, conversava muito comm ele.

      Grande abraço!

      Excluir
  5. Bagual, sou sócio da Vale, apesar de não estar comprando desde 2014. Acho que cedo ou tarde a empresa voltará aos seus dias de glória.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Beto, segundo Robert Kiosaky, a economia possui ciclos que podem durar em média 5, 8 ou 20 anos.

      Abraço

      Excluir
    2. Errata, leia-se acima 10 anos ao invés de 20.

      Excluir
  6. Tenho um pouquinho de VALE e GGBR. Mas só um pouquinho.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Bagual,

    Acho que o problema é gestão ... uma opção seria ugpa.. mas por números é complicado .. empresa "cara" demais .. petr.. nao sei se topo o risco da gestão ..

    Vale é um caso mais fácil .. apesar do preço do minério não ser projetado pra essa maravilha toda.. mas compraria muito mais tranquilo que petro ...

    siderurgicas ainda não topo o risco também .. tá essa folia de trader da ggbr .. mas eu to fora .. estão animados porque com a recuperação economica do Brasil que pode vir.. vão consumir aço pra caramba? é mesmo? Acha que não vai entrar aço chines aqui pra competir? Os estoques lá estão gigantes ...

    ResponderExcluir
  8. Rk, não acho nenhuma dessas empresas favoráveis para o investimento nesse momento. Tanto o petróleo e o minério de ferro estão sendo negociados a preços muito baixos e, além disso, das empresas citadas, nenhuma possui uma administração muito boa.

    Acredito que os setores agrícola e de celulose são muito mais vantajosos para o investimento, o Brasil possui várias vantagens naturais que favorecem as empresas nacionais desses setores.

    ResponderExcluir
  9. Pertinente amigo!
    Obrigado pela participação.

    Abraço

    ResponderExcluir
  10. RK, blz? Vi um comentário seu no Blog do Frugal que você investiu numa pequena área de reflorestamento de eucaliptos. Estou avaliando investir em reflorestamento também. Inclusive já avaliei algumas áreas, mas não fechei nada. Seu foco é serraria ou lenha? Você comprou ou já possuia a área?
    Sei que não tem nada relacionado ao post acima, mas agradeço sua resposta!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investir para Viver, bem vindo ao blog.
      A área eu já possuia. Vc precisa adquirir mudas selecionadas geneticamente. Poderá usar para lenha, fazer carvão, estaca para construção civil e madeira.
      O corte de desbaste, que é o corte das árvores mais finas vc pode fazer lenha ou estacas. As arvores mais espessas pode ser para serraria, construção, móveis etc.
      Nos primeiros meses precisa cuidar muito com as formigas.O bom de culivar eucalipto, é que te propicia 2 cortes, ou seja, duas colheitas.
      Qual a região do brasil vc vai cultivar reflorestamento?

      Sucesso, abraco!
      Bagual
      O

      Excluir
    2. Obrigado pela resposta. Estou verificando áreas no sudoeste do PR, área pequena de 2 alqueires (aprox. 5 hectares) para começar. O pessoal está um pouco desmotivado com o reflorestamento porque houve muito plantio há uns anos atrás e focaram em lenha. Hoje a lenha está muito barata por aqui.
      Abraço!

      Excluir
  11. ninguem sabe o que o lirio e o barsi vao aprontar.
    O buffet sempre foi avesso a commodities.
    eu tambem.

    ResponderExcluir

Compras

Prezados colegas, post rápido para atualizar as compras realizadas nos últimos dias. Ações: TAEE11, EZTC3. Fiis: ABCP11, VISC11, SCPF1...